A mulher de 30 anos não era nascida no 25 de Abril de 74; não ouviu radionovelas e não vibrou com o Festival da Canção. A mulher de 30 anos tropeçou em dois séculos e está aqui! Também opina, ainda não é anciã e agora é mãe

.posts recentes

. Bom dia

. Autoretrato #1

. Adeus fim de semana

. Adeus domingo #2

. Finalmente, toda uma cole...

.Instagram

Instagram

.mais sobre mim

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.

.Posts mais comentados

21 comentários
16 comentários
14 comentários

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. O que é a amizade depois ...

. Nasceu o meu filho

. Da epifania televisiva de...

. Hoje constatei que é dia ...

. Leva-me pró contenente!!!

. Discurso directo I e II (...

. Os dias em que todos nós ...

. voltei, voltei...

. L`air du temps

.links

.subscrever feeds

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.últ. comentários

Boa noite,Como a entendo.Uma coisa é fazer o "que ...
É tão giro encontrarmos desenhos antigos, retratam...
Compreendo perfeitamente! É tão difícil deixá-los ...
Segunda-feira, 3 de Dezembro de 2007

Fui onde gosto de ir às vezes

Pode parecer redundante, mas não é.

 

Fui a um sítio onde gosto de ir à vezes. Já fui mais, agora vou menos, mas continuo a passar por lá.

 

Fui ver a exposição temporária do Centro de Arte Moderna da Gulbenkian. Ficção e Realidade é o nome (ou estou a trocar, já não sei). Interesante a leitura que propõe a quem visita ou vê ou experimenta. Hoje em dia as vivências contam mais do que as leituras direccionadas...

 

Gostei. Não estou aqui a cair para o lado de deslumbramento, mas gostei. Em súmula trata-se de uma abordagem ao cinema enquanto objecto filtrado pela lente de quem filma e do puro estilo fantasista, vamos entrando pelo mais subjectivo até ao documentário. Vários estilos, vários artistas, vários locais e diferentes abordagens a temáticas actuais, mais mediatizadas e menos. Interessante também é a instalação com que principia a exposição em que cada visitante é actor da exposição, filmado pelas câmaras que a percorrem e no centro da instalação/ficção.

 

Agora, mesmo bom, mas mesmo uma delícia, é a colecção permanente do Centro.

 

 

Desde o Amadeu de Souza Cardoso ao fascinante e integral Almada, o modernismo nas suas múltiplas expressões individuais... E é sempre uma alegria para o espírito (na acepção kantiana) ver ao vivo o "Fernando Pessoa lendo Orpheu"!

 

 

Claro que ao vivo as cores falam com cada um de nós e o quadro não é baço como aqui.

 

Uma pérola!

 

 

sinto-me: embevecida
publicado por amulherdetrintaanos às 22:41
link do post | comentar | favorito
|

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.