A mulher de 30 anos não era nascida no 25 de Abril de 74; não ouviu radionovelas e não vibrou com o Festival da Canção. A mulher de 30 anos tropeçou em dois séculos e está aqui! Também opina, ainda não é anciã e agora é mãe

.posts recentes

. Bom dia

. Autoretrato #1

. Adeus fim de semana

. Adeus domingo #2

. Finalmente, toda uma cole...

.Instagram

Instagram

.mais sobre mim

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.

.Posts mais comentados

21 comentários
16 comentários
14 comentários

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. O que é a amizade depois ...

. Nasceu o meu filho

. Da epifania televisiva de...

. Hoje constatei que é dia ...

. Leva-me pró contenente!!!

. Discurso directo I e II (...

. Os dias em que todos nós ...

. voltei, voltei...

. L`air du temps

.links

.subscrever feeds

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.últ. comentários

Boa noite,Como a entendo.Uma coisa é fazer o "que ...
É tão giro encontrarmos desenhos antigos, retratam...
Compreendo perfeitamente! É tão difícil deixá-los ...
Quinta-feira, 8 de Outubro de 2009

Títulos e preconceitos

 

Interessante o facto do Comité do Prémio Nobel acabar a premiar premiados para quem o dito prémio parecia longe como tudo.

 

 

Não me posso pronunciar, pois não li nada da senhora e muito por culpa de um preconceito quase inato. Sou pessoa para estigmatizar premiados. Colocá-los num buraco negro de esquecimento porque me irrita a massificação das suas leituras. Irrita-me principalmente o facto de toda a gente desatar a comprar livros quase de atacado e, de permeio, os depositar numa estante sem nunca lhes pegar. Aconteceu isso com o Saramago. O homem valorizou e negligenciaram-se os seus livros. Do senhor da mercearia à senhora advogada, da senhora doméstica ao senhor de fraque toda a gente ensandeceu numa correria louca para ter um "saramago" e depois ninguém os lia. Eram "chatos" mas tinham um nobel por detrás. Pedantismo pop. E no topo? No topo o mega vendedor de ideias repetidas, o senhor rabbit. E depois de um Nobel? Depois de um Nobel todos se transformam em coelhos. E às vezes é pena. Só agora, uma quantidade de anos passados sobre o nobel da Toni Morrison, é que eu li as coisas dela. E da Doris, o mesmo.

E agora que estava tão contente, mas tão contente, por mais uma mulher (e o nome herta é giro, pá) ser reconhecida num comité tão masculino, lá vou ter de resolver este meu preconceito comigo própria. As nossa editoras são sempre uma ajuda para pessoas como eu: com o tempo que levam a colocar no mercado escritor@s romenos terei tempo de me distanciar do prémio ganho.

 

E mais esta para vocês, portugueses parolos (que não me devem ler...), que classificam os grupos sociais a partir de tipologias individuais, estão ou não desconcertados pelo facto da herta não ter saia rodada, lenço no cabelo e andar a pedir esmola ou a vender pensos?! Pois, caramelos, como eu estou farta de dizer: os romenos não são todos as minorias nómadas que nos chegam até aqui- fiquem mais descansados- pelos vistos são como nós e também sabem escrever. Dah!

 

E informo solenemente: a mulher de trinta anos- euzinha- já tem mais três em cima da sua bonita e resplandescente pele. Estou a ponderar mudar o título para a mulher de trinta e três... Parabéns a mim que desde dia 2 estou a mergulhar ferozmente numa trintonice pegada.

 

tags:
publicado por amulherdetrintaanos às 14:39
link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De Fátima Bento a 8 de Outubro de 2009 às 15:11
Parabéns atrazados! E olha fazêmos anos no mesmo dia!!! Só que eu nasci - ahammm - 9 -ahammm - anos antes.

Muitos beijinhos!

Fátima
De Fátima Bento a 8 de Outubro de 2009 às 15:14
Olhá correcção: atrasados e fazemos
De amulherdetrintaanos a 11 de Outubro de 2009 às 13:44
Agradeço e retribuo (atrasada também): muitos parabéns para ti também!
De Manel dos Anzois a 9 de Outubro de 2009 às 15:00
Aproveita que o pior está para vir!
De amulherdetrintaanos a 11 de Outubro de 2009 às 13:45
Onde?! Como?! Quando?!
De cassandrasdystopia a 9 de Outubro de 2009 às 17:52
Honestamente, percebo-te. Não só porque acho os 33 uma idade fantástica. Nunca me senti tão poderosa, ehehe, e porque não consigo pegar nos Nobel só porque os entendidos acham que sim. É-me mais fácil pegar no Booker. É só por um livro e, a meu ver, mais consensual. Logo, menos penoso. You should try it.
De amulherdetrintaanos a 11 de Outubro de 2009 às 13:50
Vou experimentando os Booker também, sim senhora, e com menos cepticismo dos que Nobel, é verdade. E ´bora lá trocar cromos: o último booker lido (que foi só finalista, uf) foi "The clothes on their backs" (com o meloso e paternalista título de "Vidas Entrelaçadas- eu juro que os títulos traduzidos também me desencorajam...) da Linda Grant. Muito bom! Nada penoso
De inês a 9 de Outubro de 2009 às 23:52
Ah, e eu mais uma vez, falhei a data! Parabéns minha amiga, atinges o número místico, so they say. Pergunta-me se ainda acho o mesmo lá para Março!

Qt ao post, pois tb faz-me torcer o nariz a massificação da coisa, mas foi desse modo que me meti a ler a Doris Lessing, e a sensação foi que já a devia ter descoberto há mais tempo. É uma faca de dois gumes, os prémios tanto servem para que devoremos mais autores, mas muitas vezes apenas aumentam o número de vendas que enchem e enfeitam as estantes das salas, e não necessariamente as almas de novos leitores.

beijinhos
De amulherdetrintaanos a 11 de Outubro de 2009 às 13:56
Muito agradecida!!! 33!!! Vais ver: não são 31, nem 32... É muito esquisito, é mesmo muito esquisito! E esta carga mística é pesada! Depois também não consigo deixar de pensar em duplicado: 33 + 33=66; daqui a 33 (num ápice) terei 66 (num ápice também?!!!) Urgh... Mas obrigado pelos parabéns. Vou aproveitar os próximos 33 para colocar as leituras em dia... Como vês estou a lidar muito bem com o meu mergulho nos trinta... e três. Beijinhos intercontinentais
De Maldonado a 11 de Outubro de 2009 às 16:46
1. Antes de mais, os meus parabéns atrasados!
O facto de teres balzaquiado, torna-te ainda mais interessante física e intelectualmente. ;)

2. HM é uma ilustre desconhecida para a maior parte dos meios intelectuais europeus e estrangeiros.
Confesso que não conheço a galardoada. Porém tal escolha não me estranha nada, dado que no ano passado a Academia Sueca decidiu ostracizar a literatura americana. É o eurocentrismo no seu melhor...
Bendito Sartre que recusou o prémio Nobel!

3. Quanto aos nossos parolos, provavelmente nem devem saber que a Roménia é o único país latino do Leste, apesar da presença romana nessa zona ter durado apenas 80 anos.
Ah, e se calhar nunca devem ter ouvido falar de Mircea Eliade, que já viveu cá, mais precisamente em Cascais, durante a 2ª GM...
De amulherdetrintaanos a 13 de Outubro de 2009 às 21:07
Ah, agora com essa do Mírcea Elíade ofereceste-me um passeio pela minha memory lane!!! Também deve ser uma coisa comum pelos trinta adentro: as memórias que já se enfileiram (ainda não acumuladas). Não me lembrei dele... deve ser por excesso de leituras durante os vintes: não há antropológo neste país que não bloquei o Mírcea... Muito obrigado pelos parabéns: assim tão afirmativamente falando sinto-me muito poderosa!

Comentar post

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.