A mulher de 30 anos não era nascida no 25 de Abril de 74; não ouviu radionovelas e não vibrou com o Festival da Canção. A mulher de 30 anos tropeçou em dois séculos e está aqui! Também opina, ainda não é anciã e agora é mãe

.posts recentes

. Bom dia

. Autoretrato #1

. Adeus fim de semana

. Adeus domingo #2

. Finalmente, toda uma cole...

.Instagram

Instagram

.mais sobre mim

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.

.Posts mais comentados

21 comentários
16 comentários
14 comentários

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. O que é a amizade depois ...

. Nasceu o meu filho

. Da epifania televisiva de...

. Hoje constatei que é dia ...

. Leva-me pró contenente!!!

. Discurso directo I e II (...

. Os dias em que todos nós ...

. voltei, voltei...

. L`air du temps

.links

.subscrever feeds

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.últ. comentários

Boa noite,Como a entendo.Uma coisa é fazer o "que ...
É tão giro encontrarmos desenhos antigos, retratam...
Compreendo perfeitamente! É tão difícil deixá-los ...
Domingo, 14 de Junho de 2009

Publicidade gratuita

 

 

Quem se interessa pela arte de fazer cidade (ou a arte gentil de unir espaços como o arquitecto Pancho Guedes define o seu ramo) ou simplesmente pela arte de imaginar outros mundos sugiro uma visita à exaustiva exposição Vitruvius Mozambicanus (no Museu Berardo no CCB).

 

Trata-se de uma viagem pelas correntes formais da arquitectura contemporânea (das influências de Gaudi às de Loyd Wright) e acima de tudo pela construção de um estilo muito pessoal onde a arte tribal e os materiais da sua terra de eleição, Moçambique, estão permanentemente em relação com uma visão muito ocidental da arquitectura não só enquanto técnica, mas principalmente como modo de harmonizar e dar significado a espaços físicos e culturais, formas e conteúdos, usos funcionais e sentidos de consumo. Afastado das ideias corbusianas, este é um dos derradeiros arquitectos pós modernistas, mesmo antes do conceito ter sido atirado para o mainstream.

 

 

No percurso expositivo encontramos uma panóplia de vertentes interligadas que, no fundo, são reflexo da vivência e da evolução pessoal do senhor, do contacto com os seus pares, das suas viagens, dos seus afectos, do simbologismo dos locais por onde passou: desde projectos construídos a outros que não saíram do papel, em todos eles a legendagem é feita em discurso directo: é o arquitecto quem nos fala daquilo que vemos e vai contando as peripécias de cada peça, cada casa, cada cemitério, cada escola, cada prédio, cada rua, cada jardim,...

 

 

 

Para quem aprecia os sentidos humanos da arquitectura, a exposição de Pancho Guedes dá a conhecer (talvez até demasiado exaustivamente) aquilo que de mais fascinante eu encontro na arquitectura: a sobreposição da coerência da coisa feita e o reconhecimento da visão sociológica do mundo de quem projecta à megalomania da ideia artificial de criar o espaço que parece, cada vez mais, ganhar terreno.

 

 

 

publicado por amulherdetrintaanos às 22:13
link do post | comentar | favorito
|

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.