A mulher de 30 anos não era nascida no 25 de Abril de 74; não ouviu radionovelas e não vibrou com o Festival da Canção. A mulher de 30 anos tropeçou em dois séculos e está aqui! Também opina, ainda não é anciã e agora é mãe

.posts recentes

. Bom dia

. Autoretrato #1

. Adeus fim de semana

. Adeus domingo #2

. Finalmente, toda uma cole...

.Instagram

Instagram

.mais sobre mim

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.

.Posts mais comentados

21 comentários
16 comentários
14 comentários

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. O que é a amizade depois ...

. Nasceu o meu filho

. Da epifania televisiva de...

. Hoje constatei que é dia ...

. Leva-me pró contenente!!!

. Discurso directo I e II (...

. Os dias em que todos nós ...

. voltei, voltei...

. L`air du temps

.links

.subscrever feeds

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.últ. comentários

Boa noite,Como a entendo.Uma coisa é fazer o "que ...
É tão giro encontrarmos desenhos antigos, retratam...
Compreendo perfeitamente! É tão difícil deixá-los ...
Sábado, 21 de Março de 2009

Só para dizer que apaguei um comentário pela primeira vez

o que, a atentar no facto deste blog ter um ano e qualquer coisa, não é uma má média.

 

Esclarecendo:

 

este blog pode servir para tudo à excepção de ser um veículo para a propagação de ideias de extrema direita. Perceberam? Nunca!

 

Em relação ao último post obtive um comentário ao qual só posso retorquir com uma exclamação do género: tem lá paciência ó pequeno mussolini e vai tentar impingir essa pseudo ideologia de algibeira a outro! 

 

O comentário foi apagado porque me causa impressão, porque está mal escrito, porque este blog é meu e não se move a ódios de estimação contra outras pessoas humanas. Porque eu sou uma cidadã do mundo e o meu mundo não é pequeno.

 

O que sempre me causou fastio e me colocou uma interrogação permanente é o seguinte:

 

como é que um desenraizado de ideias assentes no puro ódio religioso e cultural podem ser utilizadas para exigir uma superioridade artificial entre identidades nacionais, colocando todas as culpas por todos os males do mundo nos "outros" através de ideias históricas pouco fundamentadas e usadas deturpadamente e sem contexto; uma notória lacuna de suporte filosófico de carácter epistemológico e uma presunção sobre o facto de que os outros devem ser mentecaptos e que, em altura de crise, à falta de espírito crítico se podem virar para esse solilóquio esquizofrénico e desatar também a entoar o hino da juventude hitleriana, à falta de outra coisa para fazer?!

 

Não tenho paciência! Tomo como um insulto à minha inteligência frases desgarradas como o mal da crise financeira do mundo, dos E.U. ao Japão, ser de um grupo religioso (os nossos banqueiros são bem cristãos e fazem o acto de contrição com uma mão enquanto roubam com a outra). Queres culpar alguém recua à antiga Lídia (pois, não deves saber, mas era uma antiga civilização) e culpa-os pela invenção da moeda. E eu algum dia iria aplaudir alguma medida de um fascista italiano que só foi derrubado tarde demais (nessa verborreia de algibeira, esqueceste de mencionar o Marquês de Pombal, esse sociopata, mas bom urbanista, que tanto deves admirar, mas só pela expulsão do tal grupo religioso do país)?!

 

E quanto a lutar pelo reeerguer da economia nacional, fica sabendo que só o consegues fazer com imigrantes (isso e aumentar a taxa de natalidade também e agradecer aos imigrantes e aos seus filhos portugueses pelo atraso no colapso da segurança social), incluindo os da Roménia que, apesar do que as vistas curtas de muitos pretendem fazer crer, não são só indigentes. E, qual bolinha de neve, o milhão e tal de imigrantes portugueses no mundo que saíram do país, não porque são cobardes, mas porque, vá-se lá a saber, precisam de comer, também estão lá fora, e não são menos do que tu, apenas mais corajosos, quiçá.

 

E quanto à frase "portugal, não está de joelhos, pois não há meninos com barriga grande por causa da fome", acorda! A taxa de tuberculose aumentou, mas deve ser porque 25% da população portuguesa anda a fazer dieta!

 

Que fique claro que este blog e a sua dona não sofrem de nenhuma doença mental, acreditam que o holocausto aconteceu, repudiam todas as formas de nacional socialismo e estão à esquerda. Se lesses posts anteriores deverias perceber isso e poupares o blog e a dona a estas perdas de tempo.

publicado por amulherdetrintaanos às 13:29
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Maldonado a 24 de Março de 2009 às 01:05
Também considero intolerável a ideologia de extrema-direita veiculada na blogosfera. É simplesmente execrável! :|
Os cromos que a veiculam são uns frustrados com o nível de inteligência dum neanderthal em pleno séc. XXI...
Gente dessa não entra no meu espaço...

Comentar post

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.