A mulher de 30 anos não era nascida no 25 de Abril de 74; não ouviu radionovelas e não vibrou com o Festival da Canção. A mulher de 30 anos tropeçou em dois séculos e está aqui! Também opina, ainda não é anciã e agora é mãe

.posts recentes

. Bom dia

. Autoretrato #1

. Adeus fim de semana

. Adeus domingo #2

. Finalmente, toda uma cole...

.Instagram

Instagram

.mais sobre mim

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.

.Posts mais comentados

21 comentários
16 comentários
14 comentários

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. O que é a amizade depois ...

. Nasceu o meu filho

. Da epifania televisiva de...

. Hoje constatei que é dia ...

. Leva-me pró contenente!!!

. Discurso directo I e II (...

. Os dias em que todos nós ...

. voltei, voltei...

. L`air du temps

.links

.subscrever feeds

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.últ. comentários

Boa noite,Como a entendo.Uma coisa é fazer o "que ...
É tão giro encontrarmos desenhos antigos, retratam...
Compreendo perfeitamente! É tão difícil deixá-los ...
Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

As coisas que se nos prendem como se fossem lapas

Que as há. Que as há.

 

Eu hoje constatei uma coisa, no decurso da leitura do blog da miss m quando fui acometida por uma constatação de permanência neste nosso quotidiano tão fugaz e célere.

 

Confirmei algo que já suspeitava, mas do qual não tinha provas. Há pessoas, indivíduos, homens e mulheres, trintões (e, vai na volta, quarentões e cinquentões) que não conseguiram largar, que não conseguem viver sem, que são devotos, especialistas, gourmets... no quê?

 

 

CERELAC - Farinha Láctea  

Ah pois é!

 

Não fosse a miss m e eu andaria aqui a pensar que era a última trintona no mundo a comprar subrepticiamente a cerelac, envergonhada deste meu hábito arreigado, desta minha estagnação infantilista. Mas existem! Que bom. Se vivesse nos Estados Unidos decerto fundaríamos uma associação ou um grupo de terapia; como vivemos em Portugal continuaremo-nos a empaturrar até à velhice, desculpando-nos na caixa do supermercado, com um baixar de olhos, ou fazendo ar de mãe para aquele único produto que se destaca no meio de outros que não têm nada a ver.

 

E pronto, a par com a cerelac, eu confesso usar pijamas com ursinhos, um porta moedas da hello kitty, ter comprado os dvds da "Ana dos Cabelos Ruivos", guardar o meu pequenino "urso Micha" de estimação como se ele tivesse banho de ouro, limpar o pó ao boneco TopoGigio e preservar a colecção da "Anita" para gerações de mulhers vindouras.

 

Já larguei o Nestum com mel, não largarei a cerelac e nem me digam que os nutrientes daquilo são para pessoas pequenas em crescimento e que, aos 30, comer uma pratada enfarinhada dava "para alimentar um cavalo" que eu não me importo. Levem-me tudo menos a Cerelac.

 

 

E pronto, senhores da Nestlé, a atentar no número de vezes que já repeti o nome da farinha, não precisam de agradecer a publicidade, basta enviarem uns caixotinhos para a minha residência. Serão, decerto, bem empregues!

publicado por amulherdetrintaanos às 20:16
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De jeune fille aux cheveux blancs a 3 de Novembro de 2008 às 20:59
confesso que tb seria membro dos Cerelacólicos.
e dos kinder chocolate tambem.. shiuu.

beijinhos.
De Tg a 3 de Novembro de 2008 às 22:47
- Olá o meu nome é Tg.
- (Olá Tg)...
- Sou dependente de Cerelac, Kinders, gomas e afins.
- (Bem vinda Tg)

Qual p'ra crianças qual quê.
Beijos
De sonjita a 3 de Novembro de 2008 às 22:59
Ehhhhh, adorei o teu post.... fizeste-me dar umas gargalhadas!!! Mas é realmente assim... quem gosta, gosta. Lembro-me que quando entrei na Universidade achava incrivel que os meus colegas ainda comessem Cerelac, Nestum e até... Milupa de arroz Começou por ser um e estranhei e depois foram-se todos revelando e foi a verdadeira descoberta. Eu não comia, nem como, porque tenho e sempre tive problemas com o amigo leitinho... não gosto e não tomo, mas eles (meus amigos) adoravam. Lembro-me que há uns meses atrás encontrei um amigo que já não via há uns 10 anos, que andou cmg no meu 1º ano, e em conversa de lembranças disse-lhe "Oh xxxx, lembras-te quando vinhamos de manhã da discoteca e tu pedias para te fazer Cerelac antes de ires para casa?" e ele responde "Então não lembro... mas sabes uma coisa? Continuo a fazer o mesmo" . Portanto, estando o moço na casa dos 30, deduzo que se tivesse um filho partilhava a farinha com ele
Quanto ao resto... adoro coisas de menininha... sapatinhos, lacinhos, a Puca (eu vou mais para a PUca que para a Kitty), ursinhos e afins... uma loucura!

BJOkas

P.S. Será que connosco mulheres funciona assim? Os homens qdo passam a crise dos 40 compram um carro melhor ou vão para o ginásio para se afirmarem perante as meninas mais "tenras"... e nós? Será que isto de ter que ter coisas de menina também passa por uma fase de negação?????? HUmmm, pode ser um pouco mas quanto a mim parece-me mais vaidade.... ( eu lanço a questão de dou a resposta hi hi hi)
De Dimortalis a 3 de Novembro de 2008 às 23:07
Ola meu nome é D... e também sou uma cerelacolic e nesquikólic!!! ;))
De inês a 4 de Novembro de 2008 às 07:57
Cerelac mas com leite! (sabe tão bem no Inverno!)


De Cláudia Oliveira a 6 de Novembro de 2008 às 09:58
Adoro cerelac. adoro. simplesmente adoro.
De framboesa a 10 de Novembro de 2008 às 15:41
Hum...eu n tenho arremeços cerelaicos desses...fico empanturrada só de pensar...mas s egostas...ai mulheri...papa,compra sem receios!lol
E qt ao tempo escasso...n teposso dar nenhum, pq estou assoberbada tb....xiii....e para ter mais energia axo q n ha cerelac q me valha!!!!

bjokas ...a pensar q mais cedo ou mais tarde a nestle vai fazer farinhas lacteas versão adulto, vais ver...
De clara a 11 de Novembro de 2008 às 14:12
Nham, nham! Pois é, acho que é mesmo da geração Trinta. Eu também ADORO Cerelac e Nestum. Pena é que agora ficamos com uns belos nestuns em cada perna e no rabiosque...Porque é que a vida é tão cruel?!

Beijinhos
De eumesma a 12 de Novembro de 2008 às 18:34
Eu trintona , me confesso!!!

Continuo a comer Cerelac e pior do que isso, Nestum com mel (mas só desse, não sei porquê) e pior do que isso , ás vezes misturo as as coisas diferentes num só prato de leite..


Manias...:-)))

Posso entrar tb para a Associação (sim, que já existem elemntos suficientes para se formar uma !:-)

Comentar post

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.