A mulher de 30 anos não era nascida no 25 de Abril de 74; não ouviu radionovelas e não vibrou com o Festival da Canção. A mulher de 30 anos tropeçou em dois séculos e está aqui! Também opina, ainda não é anciã e agora é mãe

.posts recentes

. Bom dia

. Autoretrato #1

. Adeus fim de semana

. Adeus domingo #2

. Finalmente, toda uma cole...

.Instagram

Instagram

.mais sobre mim

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.

.Posts mais comentados

21 comentários
16 comentários
14 comentários

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. O que é a amizade depois ...

. Nasceu o meu filho

. Da epifania televisiva de...

. Hoje constatei que é dia ...

. Leva-me pró contenente!!!

. Discurso directo I e II (...

. Os dias em que todos nós ...

. voltei, voltei...

. L`air du temps

.links

.subscrever feeds

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.últ. comentários

Boa noite,Como a entendo.Uma coisa é fazer o "que ...
É tão giro encontrarmos desenhos antigos, retratam...
Compreendo perfeitamente! É tão difícil deixá-los ...
Domingo, 11 de Maio de 2008

Raciocínios domingueiros...

 

Quando o tempo está assim, instável e indeciso; quando o sol teima em desaparecer e a temperatura desce, desce, desce em proporção inversa à canção festivaleira sobre o balão que subia, subia, subia... e quando estamos a meio de Maio e o meu biquini novo, comprado na febre estival dos primeiros raios de sol primaveris e que aguarda dias melhores, está pendurado no roupeiro, e mal (porque pendurar um biquini de duas peças num roupeiro é difícil)... dá-me para ordenar ideias domingueiras, o que, nem sempre, é uma ideia fenomenal, pois é um exercício de retórica pouco profundo e um pouco disparatado. Afloram-se-me à ideia então questões tão profundas e pertinentes, mas incomodativas, contudo, pois não têm explicação fácil, apesar da aparente futilidade da coisa. Questões como:

 

- porque usa a mulher do Toni Carreira as suas sobrancelhas originais, pretinhas e farfalhudas (exemplo daquele adn tão português e transmontano, responsável pela propagação além fronteiras da ideia de que a mulher portuguesa era a mais peluda da Europa) e pinta o cabelo de amarelo? Nós olhamos e pensamos: epá, alto aí, volta atrás ou congela (para quem tem "meo")... há ali qualquer coisa que não bate certo...

 

- porque é que o Malato é tão valorizado? Nada como um talk show de one man only para se constatar o que há muito se intuía: falta-lhe qualquer coisa naquela hiperbolização de simpatia e bonacheirice; falta-lhe o resto, sobriedade e profundidade. E vem-me à cabeça a ideia de que, na parelha Malato/Merche, vai na volta, o cérebro era ela...

 

- porque é que ninhguém faz nada quando essa mega editora, glutona e implacável, expoente máximo do neo-liberalismo empresarial, faz birrinha e brinca com uma coisa tão séria e tão permanente na minha vida, esse happening primaveril que é a Feira do Livro?

 

- porque é que o linguado (o peixe) meu preferido está mais caro do que o bacalhau, quando este último é que está em vias de extinção?!

 

 

publicado por amulherdetrintaanos às 14:59
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De sonjita a 11 de Maio de 2008 às 18:39
Bem, um domingo em casa faz-te pensar em muita coisa hi hi hi A minha preferida foi o porquê da mulher do Tony continuar com as sobrancelhas escuras... bem, mas essa é uma questão que não deveria ser perguntada só à mulher dele mas sim a 50% da população feminina que dentro de uns meses irá invadir o nosso país...

BJokas grandes

P.S. anda parva com a situação do post anterior.... aiiiiii, e logo eu que tenho certa "paranoia" com elevadores!!!!
De amulherdetrintaanos a 17 de Maio de 2008 às 00:15
Olha, só digo que em relação ao excesso de pelosidades, nunca me vou esquecer da 1ª vez que vi uma alemã semi nua num toilete de um parque de campismo... hug...

De Miss M a 12 de Maio de 2008 às 10:40
Questões como essa nem têm resposta... Dão que pensar, realmente!
P.S.: Talvez seja melhor arranjares um hobbie para entreter o cérebro nestes domingos indecisos... um croché ou um ponto de cruz não serão boa ideia? LOL
De amulherdetrintaanos a 17 de Maio de 2008 às 00:17
Já experimentei croché, ponto cruz, colares, anéis e fios, mais cortinados e tingir calças, também a técnica do guardanapo e outros... mas, mesmo assim, não consigo...
De Tg a 12 de Maio de 2008 às 21:25
Ora aí estão umas dúvidas pertinentes...
Infelizmente não tenho "resposta" para nenhuma ;)
Essa das sobrancelhas escuras com cabelo pintado de loiro...também nunca percebi...será que não lhes faz diferença o contraste ou somos nós que temos um sentido de estática demasiado apurado...porque à quantidade que andam por aí...as vezes já nem sei
Beijos
De Tg a 12 de Maio de 2008 às 21:27
Onde se lê estática (que é assim que fico cada vez que vejo um desses fenómenos) deve ler-se estética ;)
De amulherdetrintaanos a 17 de Maio de 2008 às 00:22
Cá para mim é um pouquito das duas e embora a moda possa pegar, há muitos resistentes por aí à tendência (será?). Conheço até umas primas minhas que não fizeram permanente nos anos 80!!! Isto é coisa para nos dar uma esperança de um futuro capilar risonho, ah?
De framboesa a 19 de Maio de 2008 às 09:34
...São questões pertinentes sim senhora e ate fui ao wikipedia ver se tinha lá as soluções mas não...não te csg ajudar...e tal cm tu adoro linguado...e está caro para a malta n se por a comprar todo e depois extingue-se...(esta eu sabia...ehehehehe)


Comentar post

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.