A mulher de 30 anos não era nascida no 25 de Abril de 74; não ouviu radionovelas e não vibrou com o Festival da Canção. A mulher de 30 anos tropeçou em dois séculos e está aqui! Também opina, ainda não é anciã e agora é mãe

.posts recentes

. Bom dia

. Autoretrato #1

. Adeus fim de semana

. Adeus domingo #2

. Finalmente, toda uma cole...

.Instagram

Instagram

.mais sobre mim

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.

.Posts mais comentados

21 comentários
16 comentários
14 comentários

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. O que é a amizade depois ...

. Nasceu o meu filho

. Da epifania televisiva de...

. Hoje constatei que é dia ...

. Leva-me pró contenente!!!

. Discurso directo I e II (...

. Os dias em que todos nós ...

. voltei, voltei...

. L`air du temps

.links

.subscrever feeds

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.últ. comentários

Boa noite,Como a entendo.Uma coisa é fazer o "que ...
É tão giro encontrarmos desenhos antigos, retratam...
Compreendo perfeitamente! É tão difícil deixá-los ...
Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Bom dia

Arabela abria a janela.

Carolina erguia a cortina.

E Maria olhava e sorria: "Bom dia!"

Arabela foi sempre a mais bela.

Carolina a mais sábia menina.

E Maria Apenas sorria: "Bom dia!"

Pensaremos em cada menina que vivia naquela janela; uma que se chamava Arabela, outra que se chamou Carolina.

Mas a nossa profunda saudade é Maria, Maria, Maria, que dizia com voz de amizade: "Bom dia!"

Cecília Meireles<http://www.ecolenet.nl/tellme/poesia/cecilia.htm>

As meninas in Ou isto ou aquilo, 1964
publicado por amulherdetrintaanos às 10:07
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

Autoretrato #1

image003.jpg

 Apesar da minha propensão para a arte de desenhar ser aquilo que se vos afigura, nunca deixei de tentar.

Eu adoro lápis de cor.

Este ufano auto-retrato estava num fundo de gaveta, que é o seu local de eleição, e tem precisamente 6 anos. Data de 2008 portanto.

Já não tenho o casaco da Zara, nem a mala; por falar nisso, nem as camisolas e tampouco as calças. Também já não fumo e já não tenho um maço de cigarros na mão há alguns meses.

O cabelo está curto e mais claro. Estou mais gorda, mas continuo bastante esbelta. Adorava aqueles sapatos, resistentes até ao ano passado.

Vistas bem as coisas continuo a ter hobbies de hora do almoço muito pueris: ou desenho ou tiro fotografias ou faço recortes ou leio ou faço colagens à la scrapbook ou escrevo postais.

Tão diferente que estou e, no entanto, tão igual.

publicado por amulherdetrintaanos às 11:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Setembro de 2014

Adeus fim de semana

image001.jpg

publicado por amulherdetrintaanos às 13:20
link do post | comentar | favorito
|

Adeus domingo #2

prazeiroso;(

 

Sem televisão.

 

Tentei escolher os melhores postais, de acordo com o perfil dos postcrossers que me calharam. Um foi para os estados Unidos, o outro para a China, lá mesmo no sul, para os lados de Hong-Kong.

 

Depois o Taichi Yamada continuou a assustar-me.

 

Boa segunda feira de doidice pedonal e/ou automobilística para vós que andais a distribuir crianças pelas portas das escolas ou estivestes encalhados no trânsito, mercê daqueles que andam a distribuir crianças pelas portas das escolas!

 

 

publicado por amulherdetrintaanos às 12:52
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Setembro de 2014

Finalmente, toda uma colecção para mim

image001.jpg

image002.jpg

Esta sou eu.

 

Olá pessoas!

 

Nunca antes aconteceu.

tags:
publicado por amulherdetrintaanos às 12:28
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Setembro de 2014

Segunda feira de choro

para mãe e sua filha.

 

Dois meses depois voltou ao infantário. Parecia convencida. Não estava.

 

Um nó na minha barriga vai subindo à garganta à medida que o choro aumenta e aos gritos de desespero se juntam as mãozinhas a agarrar-se, desesperadas, a mim que sou a mãe. A mim que a deixei lá. Que fiquei no corredor a escutar se melhorava. Não melhorou. Volto à sala, não volto à sala? Não voltei. Fui. A ouvir os gritos, agora entrecortados com soluços, "Mã-mã!". Ia estóica até à saída quando me diseram "Então mãe, não vá assim tão triste..." Desatei eu a chorar. Só me apetecia ir buscar a minha filha e ficar com ela, agarradinha, até ela querer. Também não fiz isso. Fui trabalhar.

 

 

*E para quem ache isto uma lamechice, que há-de haver concerteza, porque "eles depois calam-se" e "aquilo é tudo ronha" e pérolas que tal, não partilho desse cliché. Ela estava no seu direito de querer vir comigo e no direito de me querer com ela porque é um bebé numa sala nova, com novas educadoras e novos colegas. E só tem dois anos e também tem medo. E não sou nada adepta de negligenciar os sentimentos das crianças só porque são crianças. Até por essa condição importam muito mais. E sim ela chorou e eu chorei e a vida é assim, mas isso importa. Não é de desvalorizar. Vai passando, mas importa. E não faz mal se ela amanhã chorar novamente. Farei tudo à mesma: acoradremos a falar da escola, escolhemos a roupa para a escola, um boneco para levar para a escoal, iremos a cantar no carro e ela chorará de novo. Até deixar de o fazer. Até se habituar dir-lhe-ei sempre o mesmo: "Até logo, o papá vem buscar e depois vais ter coma mãe!" Até ela acreditar.

 

publicado por amulherdetrintaanos às 10:45
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Setembro de 2014

Só há Portugal no litoral

A desertificação de um território não é consequência do seu abandono por parte dos seus habitantes. A causa está além, muito antes da tomada de decisão massiva de "dizer adeus às ovelhas, aos cães e às cabras velhas", em resumo, ao lugar onde se nasceu. E isto é verdade para todas as escalas: da desertificação migrante, conhecida como êxodo rural, à desertificação nacional, conhecida como emigração.

 

Se a humanização da paisagem é categoria geográfica para se pensar no ordenamento do território, o que dizer das políticas de desertificação da paisagem, responsáveis pela machadada final a qualquer equilíbrio entre centros e periferias no território português?

 

Esta reportagem tem um título assertivo onde se esconde um travo apologético porque quase apocalítico. Ali estão, a cores, as fotografias do abandono, das terras fantasmas e dos baldios de amanhã. Numa altura de tanto desemprego, emigração e desinvestimento económico, aquilo que mais dói é o desinvestimento de visão política para um país que, sendo tão pequeno, nunca mereceu ou conseguiu ter um planeamento integrado, inter regional. De especulação imobiliária em especulação imobiliária, de obra pública em obra pública, de poupança em encerramento de obra pública, vamos é todos para o litoral, esse local onde se concentra hoje o desemprego, fugindo da solidão escura e fria dos campos e edifícios abandonados. Vamos todos ser pobres em construções sobrelotadas que, ao menos, temos calor humano. Ninguém quer ser eremita na própria terra onde nasceu.

publicado por amulherdetrintaanos às 15:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.