A mulher de 30 anos não era nascida no 25 de Abril de 74; não ouviu radionovelas e não vibrou com o Festival da Canção. A mulher de 30 anos tropeçou em dois séculos e está aqui! Também opina, ainda não é anciã e agora é mãe

.posts recentes

. Bom dia

. Autoretrato #1

. Adeus fim de semana

. Adeus domingo #2

. Finalmente, toda uma cole...

.Instagram

Instagram

.mais sobre mim

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.

.Posts mais comentados

21 comentários
16 comentários
14 comentários

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. O que é a amizade depois ...

. Nasceu o meu filho

. Da epifania televisiva de...

. Hoje constatei que é dia ...

. Leva-me pró contenente!!!

. Discurso directo I e II (...

. Os dias em que todos nós ...

. voltei, voltei...

. L`air du temps

.links

.subscrever feeds

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.últ. comentários

Boa noite,Como a entendo.Uma coisa é fazer o "que ...
É tão giro encontrarmos desenhos antigos, retratam...
Compreendo perfeitamente! É tão difícil deixá-los ...
Segunda-feira, 3 de Março de 2008

Discurso directo: o estilo e a forma

Ah? Ganda título! Agora a ver se o conteúdo lhe faz o devido merecimento...
 *
Ora bem, este fim de semana tive uma ideia maravilhosa e muito prática para um post e nem vou mencionar onde (incrível como nos lembramos de estórias para postar nos sítios e momentos mais inesperados).
 *
Isto vai ser uma incursão experimental e única numa temática que não é do meu domínio (tipo "moda motard, últimas tendências"), quer por uma ausência total de capacidade de sistematização sobre o tema, quer porque me faltam muitos e bons conhecimentos sobre o mesmo e assim deixo o “seu a seu dono” e que, neste caso, são os blogs especializados em moda.
*
Junta-se a esta minha ideia iluminada (que só deve fascinar a minha pessoa) o facto de vir aí um daqueles dias calendarizados bem tótós e cai mesmo bem. Por isso, homens e mulheres, se bem que a minha perspectiva sobre o assunto seja mais feminina, aguentem lá uma semana inteira com posts sobre... Mulheres e Motas!!!  E vai saindo tipo catarse porque isto são muitos anos a levar com o assunto e agora direi de minha justiça.
*
 Isto é uma excepção e irei discorrer sob uma matéria da qual percebo muitoooo (daí o “discurso directo”) num conhecimento adquirido através da prática e que relaciona duas coisas das quais percebo mais ou menos: mulheres e motas.
*
E porquê?
*
Porque vê-se cada erro crasso com pernas em cima de uma mota (geralmente à pendura) que até mete dó e vai daí pensei em partilhar com o mundo a minha experiência, quase decana, de “pendura” motard que é como quem diz “daquela que vai sentada atrás do motard, toda torta e de joelhos enregelados”.
*
Isto terá três partes (e este post não conta) caso eu tenha tempo. A ver se a coisa corre bem...
*

Como prova da minha vasta experiência motard, eu sou aquela pendura na segunda mota a contar da esquerda que está atrás da do rapaz da mota vermelha e respectiva pendura...
*
*
* ainda estão para perceber o que é que o título tem a ver com o tema? Também eu, mas saiu tão perfeitinho que não o vou alterar e é como tudo, encontra-se sempre uma maneira de se relacionar...
sinto-me: divertida e gargalhadeira
publicado por amulherdetrintaanos às 20:11
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De framboesa a 4 de Março de 2008 às 12:59
ò caraças...atão tu vens c um post sobre um assunto q eu n pesco nada de nada...quer dizer ...sobre motas sei:
têm duas rodas
ha reuniões no cabo da roca aos domingos de manhã
andam

e pronto...o meu vasto conhecimento sobre o assunto termina aqui

por isso aguardo ardentemente pelos teus ensinamentos!!!!!!!!!!(embora eu seja mais madame de jarbas e ferrero rocher, tax a ver?!)
De Clara a 11 de Março de 2008 às 13:14
Como pendura já há 10 anos, estou ansiosa por ler as tuas dicas. O que me entristece no mundo motard é ver poucas mulheres condutoras. Claro que contra mim falo, porque não sei condizir. Mas tenho uma explicação muito simples: é que Deus fez-me baixa e conseguir chegar ao chão, ao mesmo tempo que se consegue equilibrar a máquina, é obra!!!!!

Comentar post

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.