A mulher de 30 anos não era nascida no 25 de Abril de 74; não ouviu radionovelas e não vibrou com o Festival da Canção. A mulher de 30 anos tropeçou em dois séculos e está aqui! Também opina, ainda não é anciã e agora é mãe

.posts recentes

. Bom dia

. Autoretrato #1

. Adeus fim de semana

. Adeus domingo #2

. Finalmente, toda uma cole...

.Instagram

Instagram

.mais sobre mim

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.

.Posts mais comentados

21 comentários
16 comentários
14 comentários

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. O que é a amizade depois ...

. Nasceu o meu filho

. Da epifania televisiva de...

. Hoje constatei que é dia ...

. Leva-me pró contenente!!!

. Discurso directo I e II (...

. Os dias em que todos nós ...

. voltei, voltei...

. L`air du temps

.links

.subscrever feeds

.arquivos

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.últ. comentários

Boa noite,Como a entendo.Uma coisa é fazer o "que ...
É tão giro encontrarmos desenhos antigos, retratam...
Compreendo perfeitamente! É tão difícil deixá-los ...
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008

Tipo o anúncio da pilha, mas noutro formato

Estão a ver o anúncio em que a mulher chora copiosamente e a voz off nos narra como chegaram ao fim os dias daquela coisinha sempre tão presente na vida da pobre chorona, tanto tempo passado ao seu colinho, tantas recordações e outras lérias? Tão desgraçado é o anúncio que mesmo que uma pessoa esteja a cozer meias ou a fazer outra coisa qualquer acaba por olhar. Pois, comigo aconteceu uma coisa semelhante, mas mais orgânica.

 

Fui extrair um dente do siso.

 

Estou com saudades dele. E não estava preparada.

 

Ia só tratar um canal de um dente em processo de desvitalização. Lembrei-me de aproveitar para perguntar à dentista se estava tudo bem com o dente do siso que, de tão escondido, eu não via ao espelho e que às vezes dava um ar da sua graça. Radiografia depois, o veredicto foi aterrador: "Tem de ser extraído e rapidamente!", e eu, a medo, "Quando? Para o mês que vem...?" e ela, implacável: "Quê?! eu faria hoje.", e eu, ainda a tentar desviar-lhe a atenção: "Então e o canal... esta desvitalização... ah, ah?", e ela, cada vez mais entusiasmada, "Fica para a próxima, ainda se aguenta bem!" e a pedir á assistente os mais inomináveis utensílios, incluindo um que me chamou a atenção porque era do formato duma chave de fendas...  e aí, sem esperar, sem pedir, a minha dentista ofereceu-me o pensamento da semana (pela módica quantia de 55 euros e um dente a menos):

 

"Um dente do siso é como um mentiroso, parecem fortes, mas nunca sabemos o que escondem por detrás!"

 

Épá, eu aí quase que lhe ia pedindo um intervalo para fumar um cigarro e meditar naquilo, mas não, não me deu tempo. Explicação sobre o processo, ela de pé, eu deitada, anesteciada e hirta de pavor, boca aberta, menos aberta, não tão pouco aberta. Os sons que de lá vinham pareciam as obras na casa de banho dos meus vizinhos do 2º andar, ouvia rancher, ouvia guinchar e... taram!!! O dente malfadado! Feio e esburacadinho e eu, linda de morrer: babada, , anesteciada, em choque... "Já acabou?" [daaa, o dente estava ali...].

 

E agora estou a tentar interiorizar esta perda. Este bocadinho de mim que lá ficou. Este buraco estranho que está ao lado do meu molar.

 

Porquê? Porque nos nascem os dentes do siso, se não prestam? Se são como os mentirosos? E nos enganam? Nos provocam cáries e mal estar? Será que é a nossa parte diabinha a irromper? A fazer-nos lembrar que está ali, que faz parte de nós, mas que qual canídeo mal amestrado, se pode virar contra o dono?

 

E era engraçadinho: parecia uma bolinha mal esmaltada com três buraquinhos. se fizesse um furo entre os dois maiores, dava quase para fazer um fio, como aqueles que as avós usavam com os dentes dos netos, colocados no tradicional fio de ouro. Havia uma avó de uma colega minha da primária que parecia quase curvada sob o peso (tinha muitos netos).

 

Pronto, isto são efeitos do choque e do anti-inflamatório. Vou comer gelado da HagenDaz para ver se fico melhor.

 

 

sinto-me: desdentada
publicado por amulherdetrintaanos às 23:02
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De teste a 11 de Janeiro de 2008 às 11:44
teste
De framboesa a 11 de Janeiro de 2008 às 18:06
Passei por aqui por dois motivos...ok...foi por acaso mas fikei por 2 motivos
-o m blog do ano passado intitulava-se de repente ja nos 30 (sabe-se lá porquê?!)
-tb ando á nora com o siso (os sisos...os 4)

ehhhhhhhhh :-)

bjs e bom fds!
De amulherdetrintaanos a 13 de Janeiro de 2008 às 03:09
Volta mais vezes, cara framboesa trintona. Eu, com grande sorte, só tinha dois dentes destes... Creio que agora é já é tarde para me nascerem mais; a não ser q o corpo humano se auto-equilibre e me nasçam os restantes para compensar tão grande perda! lol. Bjs

Comentar post

.Pinterest

Visite o perfil de Ana no Pinterest.